m’bolumbümba

music and dance work composed in collaboration with Lia Sfoggia
2011-2012

Premiere
Vivadança International Prize
Festival Vivadança 2012
Goethe Institut – Salvador
25 a 28/04/2012

m’bolumbümba 1
acousmatic|acusmática

m’bolumbümba 2
acousmatic|acusmática

m’bolumbümba 3
acousmatic|acusmática

m’bolumbümba 4
berimbau and real time electronics|berimbau e eletrônica em tempo real
Score|Partitura

m’bolumbümba: entre o corpo e o berimbau

Ouça Op. 29

bass voice and percussion group|voz de baixo e grupo de percussão
2010-2011 (Revisão 2017)

Score|Partitura

Premiere
Josehr Santos (Baixo), Grupo de Percussão da UFBA, Regência Jorge Sacramento (Baguinha)
IV Festival Internacional de Percussão 2 de Julho
Teatro Martin Gonçalves – Salvador

Recorded by Grupo de Percussão da UFBA, Álbum Ouça Sfot Poc:

Supernovas, Ondas, Partículas e Buracos Negros Op. 28

flute, clarinet, violin, cello and piano|flauta, clarinete, violino, violoncelo e piano
2010

Score|Partitura

Work selected as finalist of Camargo Guarnieri Composition Prize – 41º Festival de Inverno de Campos do Jordão (2010)

Premiere
Cássia Carrascoza (flauta), Luis Afonso Montanha (clarinete), Eliane Tokeshi (violino), Fábio Presgrave (Violoncelo), Lídia Bazarian (piano) e Roberto Victório (regência)
Concurso Camargo Guarnieri de Composição
Festival de Inverno de Campos do Jordão – Campos do Jordão
18/07/2010

This composition was inspired by matters and forces of the universe, such as supernovas, waves, particles and black holes. Each of these matters/forces got a metaphorical interpretation and played a role in the composition, as a seed of material, processes, and musical forces. The supernovas, thought as explosions of colors, suggested the timbral-oriented treatment of the texture. Waves were composed in several scales and particles were expelled from the textures as huge unisons through the friction between the eleven complementary notes. Finally, the black hole was designed as a strongly concentrated amount of energy which gradually gained relevancy throughout the composition. Musically, there is a cyclical process which connects all the materials and processes and shapes the overall form through the time.

Elucubrações INKZ Op. 27

soprano, flute, clarinet, guitar, violin and piano|soprano, flauta, clarinete, violão, violino e piano
2010

Text by|texto de Boaventura de Sousa Santos

Dedicated to|Obra dedicada ao Grupo Novo da Unirio — GNU

Score|Partitura

Premiere
GNU, Grupo Novo da Unirio
Reitoria da UFBA – Salvador
30/04/2010

Recorded by ABSTRAI Ensemble
MAB
Reitoria da UFBA – Salvador
25/08/2015

DROFA Op. 24

computer running PureData|computador rodando PureData
2009

DROFA Op. 24 é um algoritmo composicional criado em 2009 no software Pure Data, uma peça virtual que dá vazão a uma série de atualizações chamadas DROF’ando. Cada uma dessas versões é considerada como uma peça de uma série (Op. 24a, Op. 24b, etc)

Premiere
DROF’ando 1 Op. 24a
VII Projeção Sonora de Composições Eletroacústicas Genos
GenosLab – Salvador
2009

A Dor Ensina a Gemer Op. 23

flute, oboe, clarinet, bassoon, violin and cello|flauta, oboé, clarinete, fagote, violino e violoncelo
2009-2013

Funarte Prize 2012 – Prêmio Funarte de Composição Clássica 2012

Score|Partitura

Premiere
ABSTRAI Ensemble
XX Bienal de Música Brasileira Contemporânea
Sala Cecilia Meireles – Rio de Janeiro
29/11/2013

A Dor Ensina a Gemer é uma obra sobre a angústia da condição humana em face do desconhecido e do imponderável. As circunstâncias de enfrentamento de obstáculos, o receio em relação ao novo e ao imprevisível. Há uma tentativa de remediar a irreversibilidade do tempo, expressa na forma da obra e no tratamento dado aos eventos musicais que se sucedem e reaparecem como uma espécie de anagrama. As ideias musicais são tratadas com parcimônia, cuidado, ironia e nostalgia, não necessariamente nessa ordem. Processos se desdobram para dar sentido a uma teia de acontecimentos que se desenvolvem, se contagiam e se transformam com convergência com uma seção central, onde o imponderável se apodera da forma e gera consequências nos acontecimentos seguintes, na tentativa de retorno a uma condição inicial. E o tempo, como sempre, sobrepõe-se a tudo.

Exceto Op. 22

piano and percussion|piano e percussão
2008

Dedicated to|Dedicada a Paraguassú Abrahão

Score|Partitura

Premiere
Marina Spoladore, Paraguassu Abrahão e Karla Bach
XVIII Bienal de Música Contemporânea Brasileira
Sala Cecília Meireles – Rio de Janeiro
27/10/2009

Performance at Musik in Donaueschingen (2010)
Paraguassú Abrahão and Barbara Brieger

Dois Mapas para Walter Smeták Op. 16

electric guitar, bass guitar, percussion and electronics|guitarra elétrica, baixo elétrico, percussão e eletrônica
2007

Recorded by Pedro Filho Amorim (guitar), Humberto Monteiro (percussion) e o Guilherme Bertissolo (bass guitar)
2007

Mapa 1

Mapa 2

Premiere
Guilherme Bertissolo (bass guitar), Cristiano Figueiró (guitar), Eduardo Mota (percussion) e Alexandre Espinheira (electronics)
II Festival Internacional de Música Contemporânea PPGMUS UFBA
Museu Rodin – Salvador
02/09/2008

Mapa 1

Mapa 2