A Dor Ensina a Gemer Op. 23

flute, oboe, clarinet, bassoon, violin and cello|flauta, oboé, clarinete, fagote, violino e violoncelo
2009-2013

Funarte Prize 2012 – Prêmio Funarte de Composição Clássica 2012

Score|Partitura

Premiere
ABSTRAI Ensemble
XX Bienal de Música Brasileira Contemporânea
Sala Cecilia Meireles – Rio de Janeiro
29/11/2013

A Dor Ensina a Gemer é uma obra sobre a angústia da condição humana em face do desconhecido e do imponderável. As circunstâncias de enfrentamento de obstáculos, o receio em relação ao novo e ao imprevisível. Há uma tentativa de remediar a irreversibilidade do tempo, expressa na forma da obra e no tratamento dado aos eventos musicais que se sucedem e reaparecem como uma espécie de anagrama. As ideias musicais são tratadas com parcimônia, cuidado, ironia e nostalgia, não necessariamente nessa ordem. Processos se desdobram para dar sentido a uma teia de acontecimentos que se desenvolvem, se contagiam e se transformam com convergência com uma seção central, onde o imponderável se apodera da forma e gera consequências nos acontecimentos seguintes, na tentativa de retorno a uma condição inicial. E o tempo, como sempre, sobrepõe-se a tudo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s