Fumebianas Nº 5

Caros, hoje saiu o resultado dos compositores contemplados no Prêmio Funarte de Composição Clássica, no qual fui um dos premiados. É desnecessário dizer o quanto estou lisonjeado e contente com o reconhecimento do trabalho.

Bom, pra comemorar, vou postar três novas gravações de obras recentemente estreadas. Essa é a primeira delas, a Fumebianas Nº 5, gravada por Alexandre Espinheira no CCJF, no Rio de Janeiro, com interpretação de Maria Carolina Calvalcanti (flauta), Thiago Tavares (Clarinete), Gabriel Lucena (violão) e Murilo Alves (violoncelo).

A peça tem uma forma espelhada com uma seção central onde o violão exerce um papel “quase solista”. Essa forma espelhada é aleijada (crippled, pra homenagear Feldman) nas reaparições das idéias após a seção central, com alterações nas notas-centro, que são orientadas por um plano mais geral da forma.

Após a introdução, onde apresento as ideias principais, começo a destacar, uma a uma, notas que pertencem a um canto de capoeira, espalhadas ao longo de toda a forma, sempre imediatamente contrastadas com o restante das onze notas da escala cromática de maneira a criar destaque pelo complemento (na partitura, em A, C, E etc). Para cada uma dessas notas há a idéia de ressonância específica, que na verdade forma um envelope de ataque, sustentação e repouso para cada uma.
Essas seções são alternadas por uma ideia pontilhística de rotações em sons stacc., sempre do mesmo tamanho (10 compassos), em 5/8 (como em B, D, F etc), geralmente.

As seções que dizem respeito ao contraste de uma nota contra 11 vão ganhando importância e aumentando de tamanho ao longo da peça: começam com 3 compassos (18-20), 4 compassos (31-34), 5 compassos (46-50) e assim sucessivamente até o final da peça. Essa alternância é retomada após a seção central em movimento espelhado, com as seções diminuindo de tamanho, onde as seções em stacc. é que começam a recuperar importância na forma.
Portanto, existem três grandes seções, sendo cada uma delas engendrada
por diversas ideias interligadas dialeticamente.

A gravação está disponível em Ouça! e a partitura em Obras. Boa escuta!

Nunca é demais lembrar que comentários de toda ordem são sempre bem-vindos!

One thought on “Fumebianas Nº 5

  1. Caro guilherme, parabenizo lhe pelo destaque que foi seu trabalho,e pelo reconhecimento recebido,imagino o quanto deve ser gratificante pra voce ,depois de tanta dedicaçao,e muito empenho,receber esse premio,que isso lhe sirva de estimulo para continuar pesquisando,e passando adiante um pouco de seu talento.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s